A Petrobras Distribuidora

Composição de preços da gasolina

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE OS FATORES QUE INFLUENCIAM NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DO PREÇO DA GASOLINA

O preço da gasolina é um assunto presente no dia a dia de quem dirige. Entender como ele é composto permite saber o que mais influencia no valor final (preço na bomba). Conforme é possível observar no gráfico, a margem de uma distribuidora na cadeia de comercialização da gasolina, que vai da refinaria até a bomba, é a menor entre todas as que incidem sobre o custo ao consumidor, em torno de 4%. Além da remuneração na refinaria, também há impostos federais e estaduais, a adição do etanol, obrigatória por lei, e a margem dos postos revendedores.

Mas é importante ressaltar que estes 4% não representam apenas lucro líquido, fundamental para uma empresa que atua em um mercado altamente competitivo e possui ações negociadas em bolsa, manter-se sadia e operacional. Neste percentual estão incluídos também o custo de uma série de investimentos realizados em logística, controle de qualidade, marketing e serviços agregados.

Como maior distribuidora de combustíveis do país, nós da Petrobras Distribuidora (BR) temos uma missão complexa, que envolve atender uma rede de mais de oito mil postos de serviço com a bandeira Petrobras espalhados por todo o Brasil.

Para realizar esta tarefa, investimos constantemente no aprimoramento de nossa infraestrutura logística, composta de 91 bases de armazenamento e 15 depósitos de lubrificantes estrategicamente distribuídos pelas cinco regiões geográficas brasileiras. Em 2017 gastamos R$ 134,2 milhões na manutenção e em melhorias de nossas instalações, garantindo que continuem operando com eficiência e dentro dos mais rigorosos requisitos de segurança e com respeito ao meio ambiente.

Além disso, possuímos também um rigoroso programa de controle da qualidade dos combustíveis e lubrificantes comercializados em nossos postos, o De Olho no Combustível. Atualmente são mais de 40 laboratórios móveis, que percorrem nossos postos realizando análises e capacitando os responsáveis pelo recebimento e manuseio dos produtos. A flâmula do De Olho no Combustível em um posto Petrobras é a garantia de que ali o consumidor pode abastecer com tranquilidade.

Em paralelo, oferecemos também toda uma linha de produtos e serviços com a tecnologia e a qualidade diferenciada da Petrobras: a linha de lubrificantes Lubrax, a gasolina aditivada Petrobras Grid e a gasolina premium Petrobras Podium são o que de melhor e mais confiável existe no mercado.

Mas não paramos por aí. Queremos que os clientes que abastecem em um posto Petrobras fiquem realmente satisfeitos. Por isso o atendimento das equipes de pista, lubrificação e promotores de venda recebe atenção especial: temos um programa de capacitação especialmente desenvolvido para estes profissionais.

Finalmente, oferecemos também toda a conveniência das lojas BR Mania e centros automotivos Lubrax+, que estão entre as 50 maiores marcas de franquia no país.

Tudo isso é feito buscando oferecer sempre a melhor experiência ao consumidor no posto, com a força da marca Petrobras, que se traduz em liderança de mercado há mais de 40 anos, atuando sempre com ética e responsabilidade social e ambiental.

 

COMPOSIÇÃO DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (MÉDIA BRASIL)

9,9%

REVENDA

4,7%

DISTRIBUIÇÃO

11,4%

CUSTO ETANOL ANIDRO

44,4%

IMPOSTOS ESTADUAIS E FEDERAIS

29,7%

PREÇO NA REFINARIA/IMPORTAÇÃO

 
 

REVENDA - essa é a margem bruta, dentro dessa porcentagem estão incluídos todos os custos do revendedor, como manutenção, aquisição de equipamentos, pagamento de funcionários e despesas com energia elétrica, água, entre outras. Veja o detalhamento dos custos da revenda.

 

DISTRIBUIÇÃO - essa é a menor parcela do preço final da gasolina, dentro dessa porcentagem os custos se dividem entre: logística, controle da qualidade, marketing e manutenção.

 

CUSTO ETANOL ANIDRO - a adição de etanol anidro na gasolina é obrigatória por lei. Essa combinação melhora a octanagem da gasolina e reduz a emissão de poluentes.

 

IMPOSTOS ESTADUAIS E FEDERAIS - no preço final incidem impostos federais e estaduais. Esses tributos são divididos da seguinte forma: CIDE, PIS/PASEP e COFINS (Federais) e ICMS (estadual). A soma dos tributos corresponde à metade do custo final da gasolina, aproximadamente.

 

PREÇO NA REFINARIA/IMPORTAÇÃO - o custo da gasolina na refinaria equivale a cerca de 1/3 do preço final do produto.

Período da coleta: abril/2018.
Composição:73% gasolina A e 27% etanol anidro (desde 16/03/2015, o teor de álcool anidro na gasolina comum e aditivada é de 27%. O teor adicionado à gasolina premium é de 25%).
Em função da resolução da ANP publicada em 24/05/2018, excepcionalmente o teor de álcool anidro pode variar entre 18% e 27% da mistura na gasolina A.

Elaboração: Agência Nacional do Petróleo (ANP) a partir de dados do Relatório do Mercado de Derivados de Petróleo/MME.

 

A PETROBRAS DISTRIBUIDORA CONTROLA OS PREÇOS NOS POSTOS?

Não possuímos qualquer controle sobre o preço na bomba. Todos os mais de 8.000 postos da nossa rede são operados por pessoas jurídicas independentes, ou seja, não somos proprietários dos postos. Nossa relação com os revendedores se limita ao fornecimento exclusivo de nossos produtos. A independência entre posto e distribuidora é obrigatória por lei e visa garantir a livre concorrência.

 

O PREÇO DA GASOLINA NO BRASIL EM RELAÇÃO A OUTROS PAÍSES

O preço praticado ao consumidor é composto por três parcelas: realização do produtor ou importador, tributos e margens de comercialização. No Brasil, esta margem de comercialização equivale às margens brutas de distribuição e dos postos revendedores de gasolina.

No gráfico a seguir é possível comparar os preços da gasolina praticados no Brasil, pela Petrobras, com os preços médios praticados em diversos países. A parcela “Realização Refinaria” representa o preço da refinaria sem impostos; a parcela “Margem Bruta/distrib./revendedor” representa as margens de comercialização, que oscilam em função do mercado local de venda dos combustíveis; e a parcela “Tributos” representa a carga tributária que é a maior responsável pela diferença dos preços entre os países. Observa-se também que os valores cobrados no Brasil encontram-se alinhados com os preços de outros países que possuem mercados de derivados abertos e competitivos.

Média em 2017 (jan-nov)

Obs: o teor de álcool anidro na gasolina C é de 27%
Em função da resolução da ANP publicada em 24/05/2018, excepcionalmente o teor de álcool anidro pode variar entre 18% e 27% da mistura na gasolina A.
Elaboração: Petrobras com dados do Banco Central, ANP USP/Cepea e PFC Energy.
Margens de Distribuição e Revenda obtidas por diferença.
Câmbio considerado = 3,1839 (média da PTAX diária em 2017).

 

 

PRODUÇÃO DA GASOLINA

Qual é a gasolina comercializada nos postos e como ela é feita?


VEJA TAMBÉM

Lubrax+

É um centro tecnológico de lubrificação automotiva para troca de óleo com segurança e conforto